AINDA OUÇO

​Quem, em São Sebastião, nunca cruzou com ele?
​Começava com um som baixo, bem de longe.  Dali a pouco já era possível distinguir não as palavras ditas, mas sua voz.  Surgia, então, o carro da Prefeitura, com um motorista e, ao seu lado, ele; empunhando o microfone, olhando para a paisagem humana pela qual passava, soltava seu brilho vocal:
​- Alô, amiguinho!  Alô, amiguinha!
​Quantas vezes ouvi aquela voz inconfundível de locutor de rádio…
​Dava conselhos para evitar os males da dengue; avisava sobre o início da vacinação; anunciava uma apresentação cultural no Teatro Municipal; conclamava todos a colaborarem com a Campanha do Agasalho.
​Por onde passava, ia cumprimentando as pessoas:
​- Olha a criançada indo para a escola!  Cuidado com o trânsito!
​- Muito boa tarde aos comerciantes!
​- Bom dia, professora!
​Não gosto muito de diminutivos, mas essa era uma exceção: seu “amiguinho” só era diminutivo na forma; no conteúdo, era muito profundo.
​Tive a honra de homenagear o “Amiguinho” em um de meus artigos.  Cheguei a contar que, numa sexta-feira, estava saindo para a Capital com minha família, já no carro, sem querer chamar a atenção, quando surge o “Amiguinho” e solta um “boa viagem”.
​O seu poder de comunicação era sensacional.  Eu, por exemplo, depois de seus conselhos irradiados pelo ar, conferia, na hora, se havia algum possível foco do mosquito causador da dengue em minha casa; ou corria ao armário em busca de alguma roupa sem uso.
​Sem medo de exagerar, se o Brasil teve o seu Chacrinha, São Sebastião teve o seu “Amiguinho”.
​Nas vezes em que tive o privilégio de conversar com o “Amiguinho”, senti sua humildade, sua alegria, seu amor pelo que fazia.
​O seu amor não pode ter acabado com a morte.  Tenho certeza de que ele já está circulando, em uma nuvem, pelas ruas do Céu, soltando aquela voz inconfundível, cheia de coração:
​- Alô, amiguinho!  Alô, amiguinha!




Publicado originalmente no “Imprensa Livre”, em abril de 2013.

Talvez você também goste!
Baú do Odair

Publicações similares

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu