Nenhum comentário

“MUITOS DIZIAM FALSOS TESTEMUNHOS” (Marcos, 14, 56)

Já vi muita baixaria em eleições municipais, mas confesso que nunca tinha visto um nível tão baixo na campanha pela presidência da República.

Grande parte da responsabilidade pelo estado asqueroso que está reinando nestas eleições cabe a alguns dos principais órgãos da denominada grande imprensa, o que comentei no sábado passado. Realmente, nunca vi tanta mentira, tanta manipulação, tanta cara-de-pau como agora.

É muito triste, também, o uso eleitoral que está sendo feito da religião. Há políticos que, com seus espetáculos de oportunismo, chegam a dar náusea. De fato, a maioria deles nem sabia onde ficavam as igrejas ou os templos; agora, apresentam-se como antigos fiéis convictos. Não demora muito, e tiram Jesus da cruz, só para ocupar o seu lugar (mas sem pregos nas mãos e nos pés, é claro…).

Não há como negar: a atitude da grande maioria dos políticos e dos órgãos da grande imprensa está sendo baixa, mesquinha, verdadeiramente asquerosa.

Uma outra grande fonte de mentiras consistiu na feroz retransmissão de emails extremamente ofensivos.

As mesmas pessoas que se dizem muito religiosas são as que propagam essas mensagens eletrônicas que sabem ser mentirosas (ou que pelo menos não procuraram conferir se eram ou não verdadeiras). Essas pessoas, que se dizem, na sua maioria, muito cristãs, deveriam ler um livro chamado “Bíblia”. Nele consta o título deste artigo, referindo-se aos que levantavam acusações falsas contra Jesus. Da mesma forma, quem divulga mensagens que sabe ser mentirosas, ou que não se preocupou em saber se eram ou não verdadeiras, está fazendo a mesma coisa: está levantando falsos testemunhos contra uma pessoa que – como cada um de nós – tem Jesus como irmão maior (os cristãos deveriam pensar assim).

Isso é muito grave para os católicos, os evangélicos e outros seguidores da Bíblia. Ao propagarem mensagens caluniosas, difamatórias ou injuriosas nada mais estão fazendo do que pecar…e pecar gravemente, com plena consciência prévia de que estão pecando.

Essas pessoas, que ficam posando de muito religiosas, deveriam lembrar-se de uma outra parte da Bíblia, na qual Jesus se dirige aos fariseus:

– “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Serpentes! Raça de víboras! Como escapareis ao castigo do inferno?” (Mateus, 23, 29 e 33).

Não estou apontando o dedo para ninguém. Só estou tentando refrescar a memória das pessoas que se dizem cristãs.

A boa notícia é que a “Bíblia” também transmite a mensagem de que Cristo é todo Amor e Perdão, estando sempre à espera de que façamos a coisa certa. E a coisa certa a fazer consiste em sermos responsáveis ao divulgarmos mensagens sobre quem quer que seja.

– x – x – x –

P.S.: Volto a insistir: um dos raríssimos órgãos que merece nossa atenção é a revista “Carta Capital”, semanalmente nas bancas ou em http://www.cartacapital.com.br




Publicado originalmente no “Imprensa Livre”, em outubro de 2010.

Talvez você também goste!

UM

Baú do Odair

Publicações similares

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu